Disciplina de Direito Ambiental fez estudos na Floresta Nacional de São Francisco de Paula

O curso de graduação em Direito da URI Santo Ângelo realizou no início de dezembro viagem de estudos para a Floresta Nacional de São Francisco de Paula/RS, uma Unidade de Conservação de Uso Sustentável, em conformidade com a Lei nº 9.985/2000, que regulamenta o art. 225, § 1o, incisos I, II, III e VII da Constituição Federal, institui o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza e dá outras providências.

A viagem foi organizada pela professora mestre Luana Maíra Moura de Almeida no âmbito dos Projetos de Pesquisa e Extensão “Ecodignidade”, que refletem sobre a importância da conservação do meio ambiente para a realização da dignidade da pessoa humana, bem como do componente curricular de Direito Ambiental.

Periodicamente o curso promove uma viagem de estudos para fins de educação ambiental, com o objetivo, entre outros, de fazer com que o ser humano se sinta parte do meio ambiente, como verdadeiramente é. Em 2015 e 2016 o destino foi o Parque Estadual do Turvo, em Derrubadas/RS.

Esse ano, o desafio foi oportunizar a educação ambiental, atividades de ensino e aprendizagem, mas também uma maior sensação de pertencimento, assim como a partilha entre os estudantes professoras e professor, em período particularmente difícil, em virtude do encerramento do semestre, da realização de provas e do acúmulo de tarefas e compromissos.

“Talvez justamente por isso tenha sido tão proveitosa nossa viagem”, relata a professora Luana: “Em razão da possibilidade de recarregarmos as nossas energias no contato com a natureza e compartilhar bons momentos em meio à correria do final de ano, que muitas vezes nos afasta da simplicidade da vida e de coisas que valem à pena, como a amizade e as riquezas da natureza, como o sol a brilhar, as árvores a nos refrescar e uma cachoeira a nos revitalizar”!

      

O grande grupo pode se desconectar do mundo virtual e vivenciar conexões com o mundo natural, em um final de semana em que tiveram de conviver com as diferenças, exercer alteridade, respeito e colaboração mútuos, bem como fraternidade e união. Segundo a professora Luana, “foram oportunizadas atividades de ensino e aprendizagem, trilha ecológica, banho de cachoeira, emoções, lágrimas de alegria e gratidão, música, entretenimento, muito trabalho, união e partilha”!

Além da realização de trilhas ecológicas, o grupo ouviu palestra sobre as Unidades de Conservação, a cargo de Michele Knob Koch, responsável pelo setor de visitação na Unidade e formada em Gestão Ambiental pela Uergs – São Francisco de Paula.

O grupo de universitários foi acompanhado pelas professoras mestre Luana Maíra Moura de Almeida, doutora Rosângela Angelin, mestres Thaís Kerber de Marco e Valdir Garcia Alfaro.

DEPOIMENTOS

Seguem relatos de parte do grupo que se desafiou nessa aventura:

“Falar do final de semana que vivenciamos na FLONA de São Francisco de Paula é como tentar descrever o indescritível. Apesar de estar instigada com o passeio, confesso que não estava computando expectativas, daí o porquê de ter sido surpreendida positivamente em diversos aspectos. Arrisco dizer que a FLONA despertou em mim emoções que não havia sentido antes, assim como me presenteou com sentimentos que o dia a dia havia me subtraído. Acredito que por vivermos em uma sociedade apressada, raramente temos tempo para contemplar as coisas simples da vida. Coisas essas que a natureza nos concede sem pedir nada em troca. Sentir a energia do universo, sorrir com a luz do sol, é uma dádiva. Minha alma, coração, mente e corpo foram renovados através da celebração da paz, da união, da vida e sobretudo da natureza. Tudo com a trilha sonora dos pássaros e da chuva ao fundo. Agradeço imensamente a FLONA por ser tão generosa conosco. À URI Santo Ângelo, em especial o curso de Direito, na pessoa da professora Luana, por ter nos concedido ensinamentos que ultrapassam a sala de aula. Conhecer para preservar e amar. É em virtude dessa semente plantada que o bem do mundo prospera.” (Marjorie da Silva Weber, acadêmica do 8º Semestre)

“Foram dias gratificantes, nos quais vivemos experiências renovadoras! Em uma época onde o individualismo, o consumismo e o egoísmo parecem crescer a cada dia, momentos como esse se fazem cruciais. Essa visita nos fez repensar conceitos, nos conectar com a natureza e com o outro, entendendo que somos parte de uma imensa e perfeita criação, e ainda, como operadores do direito, que devemos ir além das leis, compreendendo a realidade que nos cerca.” (Kássia Garcia, acadêmica do 6º semestre e bolsista do Projeto de Pesquisa – Ecodignidade)

“Experiência gratificante conhecer a Floresta Nacional de São Francisco de Paula, oportunidade única de se conectar com a natureza, passar momentos especiais com pessoas maravilhosas e apreciar com emoção as obras-primas de Deus. Gratidão! (Bruna Tainara da Silva, acadêmica do 9° semestre)

“É muito difícil explicar em palavras o que nos foi proporcionado vivenciar nesse final de semana. O que seria apenas uma viagem de estudos, se tornou um final de semana inesquecível! Poder se desconectar do mundo e ficar totalmente conectada com o meio ambiente e com os colegas/amigos com toda a certeza do mundo foi o momento mais lindo que pude vivenciar na faculdade. Obrigada aos professores, coordenação e a URI Santo Ângelo por nos permitir viver essas lindas experiências.” (Jéssica Leiria Teixeira, acadêmica do 8º semestre)

 “Em apenas um final de semana pudemos relembrar, ou até mesmo aprender, algumas coisas que são o eixo de nossas vidas: que a companhia de pessoas amigas nos conecta de maneira que o feed de qualquer rede social é incapaz e aprendemos que, em eventual ausência de luxo, o aconchego da natureza conforma bem mais do que o nosso físico. Ou seja, em um final de semana aprendemos/relembramos que para a vida ser plena e feliz, precisamos de bem menos do que já temos!” (Jhonathan Löwe, acadêmico do 7º semestre)

Ao final na viagem o Grupo ainda conheceu a famosa Livraria Miragem, no centro da cidade.

A professora Luana registra sua mensagem: “Gostaria de fazer ainda um agradecimento especial à Direção Geral da URI Santo Ângelo que incentiva e apoia as atividades idealizadas por professores que acreditam na importância da educação ambiental também na formação do profissional da área jurídica; à Coordenação do Curso de Graduação em Direito na pessoa da professora doutora Charlise Paula Gimenez, pelo encorajamento; à equipe de professoras e professor que tão gentilmente se dispuseram a colaborar comigo nessa empreitada: professoras Rosângela e Thaís e professor Valdir Alfaro, muito obrigada, e à acadêmica Jéssica Leiria, que tão prontamente auxiliou na organização da viagem, bem como a cada aluno e aluna que se desafiou nessa aventura de estudos e colaboraram para que todos os momentos fossem marcados por imenso bem estar! Sem esse esforço conjunto essa maravilhosa experiência não teria se feito possível e sequer teria sido tão especial como foi!”